O pão que verdadeiramente sacia



"Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus."  

Mateus 4:4 


    Jesus claramente está falando sobre materialismo nesta frase. Vivemos num mundo em que se busca o "pão" desesperadamente, precisa-se do "pão" com muita urgência. Uma urgência que perturba, consome, desgasta, machuca, oprime, pressiona. Por causa da ansiedade por esse "pão", pessoas têm se matado, perdido a qualidade de vida, adoecido. E mesmo assim, o "pão" não vem, pelo menos não na proporção que satisfaz. E isso é óbvio, pois ele não o faz, visto que a saciedade não vem dele. 

    Se você comer um pão em sentido literal, depois de duas horas, no máximo, terá fome de novo. A mesma coisa é quando buscamos a satisfação pessoal por meio desse "pão" citado por Jesus que simboliza as coisas desta vida. Namoro, dinheiro, carreira, tudo isso tem seu sabor, mas não sacia o homem, verdadeiramente. E quanto mais se come, mais se quer. Porque é vendida a ideia de que precisamos cada vez mais desse "Pão". Mas, Ele disse, há quase dois mil anos, que o homem não vive só disso, mas se alimenta também da palavra que procede de Deus, isto é, a espiritualidade, o autoconhecimento, a busca pelas coisas de cima. 

    Em outra passagem, Jesus disse que nos daria o pão do céu, pois este nos saciaria, de fato. É isso. O "pão" da Terra, por melhor que seja, não preenche. Antes, o excesso dele aprisiona, vicia, distrai. Por isso, quando você se pegar ansioso por esse "pão", nessa insaciável fome e desejo frenético pelas coisas deste mundo, lembre-se de que aquilo que verdadeiramente lhe alimenta não é físico, não se compra, não se toca. Vem do Espírito. Esse é o pão que verdadeiramente nos alimenta e inclusive, promove a manifestação de todas as outras coisas perecíveis e temporárias.

Luz e Benção!

Vinícius Francis :-)

 

©2020 por Vinícius Francis. Todos os direitos autorais reservados.