top of page

Não seja escravo de suas vontades e vícios



Esse senhorio se estabelece quando eu consigo dizer "não" a algo que quero, mesmo estando ali, na bandeja. Não é porque posso, que devo, que é saudável. Como diz o apóstolo - Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. O que é esse "convêm"? Quer dizer que nem sempre será benéfico, saudável, ou valerá a pena. Ou mesmo, pode ser bom no momento, mas me trará consequências danosas a médio e longo prazo. O exercício desse discernimento é o que nos confere maturidade. Assim, nós nos tornamos senhores dos nossos desejos, assumimos o comando do lado de dentro.


Se cultivássemos isso seriamente estaríamos livres de muita armadilha na qual nos colocamos por não sabermos dosar as coisas e reconhecer o que é inteligente permitir ou não. Isso se aplica aos hábitos alimentares, sexuais, compras, vícios de todo tipo. Por exemplo, eu amo chocolate, amo mesmo. Mas, se eu comer sempre que tenho vontade, o que vai acontecer comigo? Posso desenvolver diabetes, engordar, ou seja, coisas prejudiciais que eu não quero viver podem acontecer. Portanto, analise-se hoje, quais hábitos ou vontades você possui e que sabe de suas consequências danosas? Será que não é hora de colocar um limite aí? Pois é, se suas vontades e vícios te comandam, você está com problemas. Reflita.


Luz e Benção!

Vinícius Francis :-)

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page