top of page

Mestre Jesus - canalização - Espiritualidade e Data Limite (Perguntas e respostas)


Ouça a mensagem clicando AQUI Filhos e filhas de Deus, eu vos reúno a mim, a fim de que ouçam a palavra de vida que trago a vocês neste dia. Todos os que leem minhas palavras e as escutam agora, não o fazem por mera coincidência, mas por "vontade" do Criador. "Eu escolhi" cada um de vocês para ouvir minha mensagem e meu chamado, como filhos aptos a ouvir a voz de um sábio e amoroso pai. E como servos, aptos a executarem a obra que seu senhor lhes pede. Estão prontos para atenderem ao meu chamado como bons servos fazem ao seu senhor? Ou querem de mim apenas as respostas que sanam vossa humana curiosidade? Eu vos digo em toda verdade, não terão de mim algo que satisfaça apenas vosso ego, pois minhas palavras são alimento que saciam a todo o Ser, principalmente o espírito. O espírito procede de Deus, portanto, ele se alimenta do que vem de Deus e só se satisfaz com aquilo que de Deus vem. O pão dos homens sustenta o corpo, mas logo essa saciedade passa. O pão que vem de Deus não vos deixa mais com fome. Porém, vos digo que minhas palavras são duras àqueles que querem apenas satisfazer a curiosidade humana. Minhas palavras são como pedras aos que não querem o Reino, aos que se voltaram somente às paixões deste mundo e as têm como prioridade. Minhas palavras são antídoto aos doentes, sabedoria aos loucos, porém, veneno aos que se afastam da iluminação. São como ofensas aos que na ignorância se permitem viver, como fel dado ao que tem sede de vinho suave. E aqueles que não querem a minha luz e meu caminho, são os que esperam o vinho, mas recebem fel. Contudo, eu vos digo que aqueles que querem meu caminho e minhas palavras, e as recebem com o coração, comparam-se a crianças que caminhavam pelo deserto, sem água e comida. E finalmente, encontram um poço e uma figueira. Então, bebem a água, comem os figos e se saciam. E após isso, não saem dali em busca de novas terras pelo deserto. Antes, decidem montar um arraial naquele lugar, e criam uma aldeia, uma pequena cidade. E prosperam a partir do alimento e da água que encontraram. Assim é todo aquele que me ouve e pratica meus ensinamentos. Eu o comparo a quem comeu o doce figo e bebeu a pura água, e prosperou. E cresceu, e se ajuntou, ao invés de se espalhar, como fazem os que não me ouvem, embora tenham em seus lábios, o nome do homem que fui. Filhinhos do eterno Deus, eu conheço vossos caminhos. E antes mesmo que abram vossos lábios em preces a mim, eu já ouvi a voz de vosso coração. Antes mesmo da primeira lágrima cair de vossos olhos, eu já senti o vosso pranto. O que esperam de mim? Que eu enxugue vossas lágrimas e atenda vossas preces? Seguem-me mesmo ou apenas fazem como todos os outros que se dizem cristãos e apenas enchem os templos de clamores, mas permanecem com as mãos sem frutos e obras? Eu vos digo que se fossem meus discípulos, nada me pediriam que não fosse sabedoria e luz, pois sabem que o mesmo Pai que me habita, encontra-se também em vós. Os meus discípulos não me pedem ouro ou prata, sandálias, mantos, nem coisa alguma que se pega com as mãos. Meus discípulos me pedem sabedoria, pedem que eu lhes dê o pão da vida, que eu lhes guie ao Reino de Deus, pois sabem que ali todas as outras coisas os esperam. Sabem que quando abraçam o tesouro eterno, o perecível também lhe é concedido. Reconhecem que se bebem da água da vida, as demais necessidades serão igualmente saciadas. Eu vim vos despertar do sono e da ilusão que cria em vossas mentes a urgência pelo que se pode tocar. O homem que se lança nessa urgência, afasta-se do que de fato lhe é necessário e importante. Eu me refiro a tudo aquilo que não se pode tocar, isto sim lhes é de fato importante e necessário. Pois o corpo, assim como todas as suas necessidades, retornará ao pó, ao mesmo pó de onde foi tirado. Mas o que não se pode tocar permanecerá mesmo após o perecimento do corpo. Quando estive em vosso meio, fui morto, assim como todos os profetas e enviados que se levantaram em auxílio a esta civilização. E assim que retornei aos meus discípulos, e me julgaram ressurreto, imaginaram que ao verem isso, tudo mudaria. Mas os homens que estavam diante de mim, após me verem plasmado, ainda eram os mesmos que me viram morrer. Eles não haviam mudado porque me viram "vencer a morte". Nada disso mudou o coração deles como se espera que mude. E talvez vocês digam agora ao lerem minha carta que fariam diferente. Mas afirmo que não. Porque o que chamam de Data Limite se cumpriu. E a maioria de vocês não mudou, como se espera que mude. Eu vos digo que o mundo não mudou. Ele ainda parece o mesmo lugar. E assim será até que o verdadeiro "mundo" que pretendo mudar, de fato mude, que são vocês. Da mesma forma ocorreu com meus discípulos naquela época. Não era o fato de terem me visto "vencer a morte" que os mudaria e os tornaria meus representantes, mas a decisão de fazer isso. Assim digo a vocês hoje - Não é o cumprimento de uma data em vosso calendário que mudará as coisas. Elas são mudadas quando vocês as mudam. Datas não determinam o destino de alguém, atitudes sim. E é isso o que espero de vocês. Pergunta - O que você deseja que aqueles que se dizem seus servos façam agora, após o cumprimento da Data Limite? Mestre Jesus - O mesmo que pedi há quase dois mil anos, o mesmo que sempre pedi, mesmo antes de tocar meus pés no solo da Terra. O mesmo que todos os avatares, de todos os tempos, pediram, que sejam luz, faróis, agentes transformadores. Que levem o conhecimento e com ele, libertem os cativos e curem os enfermos de alma. O "mundo" não pode mudar sem que seus habitantes mudem primeiro. Não é o mundo que precisa de mudança, é a humanidade que precisa mudar. Preciso que sejam mais do que aspirantes e simpatizantes da palavra da Verdade. É preciso que sejam anunciadores dela, todos, sem exceção. Do mais jovem ao mais velho, do mais rico ao mais pobre. Os recursos não definem vosso destino como missionários, a vossa atitude sim. E a falta dela, também. Querem viver apenas para satisfazerem vossos desejos? Vocês têm todo o direito. Sigam vosso caminho em paz, são livres e eu vos amo independente de vossas escolhas. Contudo, meus discípulos e aqueles que pisam em meu aprisco não fazem assim. Eles deixam tudo, dentro deles mesmos, por amor à mesma causa que amo. A prioridade daquele que me segue não é o seu próprio desejo, mas o do Criador. Aquele que faz desta palavra a sua verdade, de dia e de noite e pratica o que foi dito, medita nela constantemente e a tem como bússola perfeita, caminha em meu aprisco. Eu não estou com meu dedo apontado elegendo ninguém. Eu apenas chamo, vocês próprios se elegem, são vocês que entram pelo portão do meu aprisco. O convite é dado a todos. Poucos são os escolhidos porque são poucos os que se escolhem. E menor ainda é o número daqueles que pagam o preço por se tornarem escolhidos. Entendem o que eu digo? Pergunta - Acerca da expectativa das pessoas com relação a alguma mudança positiva no mundo, bem como o contato com irmãos de outras esferas, como nosso guia e mentor espiritual, o que diria a elas? Mestre Jesus - Querem ver a face de vossos irmãos de outros apriscos, mas não querem enxergar a face de Deus em si mesmos! A hipocrisia não cria laços com a humildade. Primeiro o homem precisa se dispor a enxergar a si mesmo com retidão e justiça, para que então possa ver faces além da sua própria, bem como, além dos horizontes deste mundo. Não foi porque a Data se cumpriu que verão a face de seus irmãos elevados. A condição não é uma data, mas que tenham devida consciência para isso. Eu não fechei as portas de nenhum aprisco, são os humanos que não querem entrar. Os irmãos que vocês desejam ver já vos veem. Eles vos veem porque enxergam a si mesmos e contemplam a face de Deus. Vocês contemplam? E qual é a face de Deus? - Perguntariam. Eu vos digo que aquele que fizer esta pergunta, de fato não está pronto a enxergar a face de Deus, tampouco entenderá o que eu disser a respeito. Encontrem a face de Deus primeiro e terão olhos para ver a face de seus irmãos, de outros apriscos. Pergunta - Como se tornar um verdadeiro servo em seu aprisco? Como seguir seus passos? Mestre Jesus - Eu disse que era através do amor, mas não entenderam. Antes, distorceram o significado do amor. Portanto, se eu vos disser hoje que o caminho da perfeição no serviço do Reino é o amor, se acomodariam. Pois diriam a si mesmos - Basta que amemos, que respeitemos, que desejemos o Bem aos demais e está feito. - Por isso, vos darei a resposta perfeita e dela não fugirão os que se acomodam em suas poltronas interiores: A PERFEIÇÃO NO REINO VEM PELO SERVIR. Agora, qual resposta darão a mim? Basta que sirvamos para que alcancemos tal posto? E eu vos direi - SIM - E o que farão após minha resposta? Servirão como dizem que amam? Não. Eu vos digo que não servirão, assim como digo que nunca amaram como vos pedi. Como pedras com pontas afiadas são minhas palavras aos engodados por seus desejos humanos. Cativos deles, não podem fazer a obra que hoje peço aos que se prontificam em si mesmos. Aos que querem ser meus discípulos, digo - Façam as duas coisas, amem e trabalhem. De fato, os que realmente fizerem um dos dois, inevitavelmente farão o outro. O Amor promove o servir. E o servir promove o Amor. Não há como fugir disso. Pergunta - Qual a estratégia dos negativos nesta nova fase? Mestre Jesus - Assim como disse que o ladrão não vem senão para matar, roubar e destruir, os enganadores sempre surgem com a mesma intenção. Todo aquele que subtrai não serve no Reino. Serve nele somente quem soma. Quem tira não caminha em luz, só quem doa o faz. Entendem isso? O que é "tirar"? É perder-se do importante e realmente necessário para achar o supérfluo e passageiro. E o que é "doar"? É viver pelo importante e necessário e não pelo supérfluo e passageiro. Basta que corram atrás do supérfluo e passageiro para que se percam do Reino. Esta é a melhor estratégia que se pode criar para vos distrair. Não é necessária nenhuma outra prisão, perseguição, tampouco guerra. Pois uma civilização que se perde pelo supérfluo já está derrotada por sua própria ignorância. Uma nação só guerreia contra outra que seja forte e ameaçadora. A que for fraca, será mantida sob o poder e dominação da que for forte. Ter escravos é mais interessante do que ter inimigos, pensem nisso. Agora, vos digo algo, tornem-se buscadores do que realmente é importante e serão nação forte. E então, terão guerra. Compreendem minhas palavras? Eu sei que aqueles que estão prontos a ouvir, ouvirão. Não peçam ao Vinícius que vos explique, pois entenderão se estiverem prontos. E aqueles que não estiverem e mesmo assim quiserem entender, peçam a mim e eu ajudarei. Bem-aventurados os que se dispuseram a me ouvir e acima de tudo, se disporão a atender meu chamado, pois estes serão meus discípulos e comigo caminharão pelos Jardins de Deus. Bem-aventurados os que seguem pela trilha da luz, mesmo que esta lhes pareça penosa, pois o sábio escolhe o melhor, nunca o que lhe parece mais fácil e conveniente. Minhas ovelhas mergulham nos estatutos que as entrego e tornam leis as verdades que as anuncio, pois sabem que procedem de Deus. Eu vos abençoo, filhos do Amor. Sejam Luz, é tudo o que vos peço hoje e sempre. Amo-vos, Jesus (Sananda)


Canalizado por Vinícius Francis

Direitos Autorais: © Vinícius Francis, 2019


1 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Palas Athena - Colham os frutos da Árvore de Deus

O Universo é como uma árvore, cujos frutos brotam em excelência e abundância. Todos os filhos de Deus são convidados a comerem dessa árvore. Todos os filhos de Deus podem se aproximar dela, mas nem to

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Render o ego não é um processo fácil, mas aos poucos deixa a vida muito mais fácil de ser vivida.

Like
bottom of page